Cedic Cedilab

Atendimento ao Cliente

(65) 3319-3319

Fique Atualizado

Gostaria de receber informações e novidades sobre o Cedic Cedilab?

Autorizo o recebimento de informações via e-mail.

Não tenho interesse em receber informações via e-mail.





Masculino Feminino



Atenção: O nono digito (9) será adicionado automaticamente nos celulares de SP.


Enviando
Aguarde. Estamos redirecionando para a página de
Resultados de Exames.


Localize uma unidade





Certificações

Conheça as certificações de qualidade recebidas pelo Cedic Cedilab.

Saiba mais

Sobre a DASA

Informações gerais sobre a DASA, maior empresa da América Latina e quarta maior do mundo.

Saiba mais

Sobre o Cedic Cedilab

Informações gerais sobre o Cedic Cedilab.

Saiba mais

Sustentabilidade

O Cedic Cedilab está comprometido a ser uma empresa ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável

Saiba mais


Células-tronco

O Cedic Cedilab realiza a coleta de células-tronco. Tire suas dúvidas.

Células-tronco

 

O que são células-tronco?

Células-tronco são células jovens que têm duas propriedades muito importantes:

1) Auto-replicação: têm capacidade de gerar uma cópia idêntica a célula original;

2) Diferenciação: têm capacidade de diferenciar-se em diversos tipos de células.

Com isto, as células tronco poderiam ser utilizadas para regenerar órgãos e tecidos que não estejam funcionando adequadamente, é a chamada medicina regenerativa.

Quais as principais fontes de células-tronco?

As células tronco do tipo adultas podem ser extraídas do cordão umbilical, da medula óssea, do fígado, da polpa dentária e do sangue periférico após estimulação. As células tronco embrionárias podem ser obtidas dos embriões das clínicas de fertilização, embriões estes que estariam congelados há mais de 3 anos e que seriam desprezados.

Quais os tipos de células-tronco que existem?

  • Células-tronco embrionárias: Capazes de se diferenciar nos 216 tipos diferentes de tecidos humanos (70 trilhões de células.) - São encontradas nos embriões humanos. Esses embriões seriam descartados (inviáveis para implantação) e são encontradas nas clínicas de reprodução assistida.

    A Lei de Biossegurança que foi aprovada no Brasil e que está em vigor refere-se a este assunto como segue:

    “Art. 5º É permitida, para fins de pesquisa e terapia, a utilização de células-tronco embrionárias obtidas de embriões humanos produzidos por fertilização in vitro e não utilizados no respectivo procedimento, atendidas as seguintes condições:

    I - sejam embriões inviáveis; ou II - sejam embriões congelados há 3 (três) anos ou mais, na data da publicação desta Lei, ou que, já congelados na data da publicação desta Lei, depois de completarem 3 (três) anos, contados a partir da data de congelamento. § 1º Em qualquer caso, é necessário o consentimento dos genitores. § 2º Instituições de pesquisa e serviços de saúde que realizem pesquisa ou terapia com células-tronco embrionárias humanas deverão submeter seus projetos à apreciação e aprovação dos respectivos comitês de ética em pesquisa. § 3º É vedada a comercialização do material biológico a que se refere este artigo e sua prática implica no crime tipificado no art. 15 da Lei nº 9.434, de 4 de fevereiro de 1997.”

    Fonte: Congresso Nacional
    Folha de São Paulo: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u67595.shtml
  • Células-tronco adultas: Capacidade limitada de diferenciar em alguns tecidos do organismo. Entretanto, estudos demonstram que a sua capacidade de diferenciação é limitada e que alguns dos tecidos humanos não podem ser obtidos a partir dela.

Como é feita a coleta das células-tronco do cordão umbilical?

É um procedimento muito simples, sem risco algum para o bebê e para a mãe. No momento do parto o coletador deve estar presente e tão logo o bebê seja retirado, corta-se o cordão umbilical e o coletador entra em campo cirúrgico para realizar o procedimento.

É feita a punção em uma das artérias ou veia do cordão umbilical e o sangue vai drenando, por gravidade, para um sistema fechado de bolsas, semelhante ao sistema utilizado para coleta de sangue nos hemocentros.

Tão logo termine a coleta, a bolsa é acondicionada e encaminhada para São Paulo onde ficará armazenada após a realização de testes na mesma.

Qual o uso real das células-tronco do cordão umbilical?

Atualmente, as Células-Tronco são utilizadas para recuperar o sistema hematopoético (células sangüíneas) de pacientes submetidos à quimioterapia e/ou à radioterapia. Nessas situações, a infusão das Células-Tronco é vital, uma vez que a quimioterapia e/ou a radioterapia também destróem as Células-Tronco do paciente.

Em algumas doenças está se utilizando células tronco do tipo adultas. Destas doenças destacam-se diabetes mellitus tipo I, cirrose hepática, insuficiência cardíaca congestiva e lesões medulares. Centros de pesquisa no Brasil estão fazendo estes estudos.

São estudos experimentais e estamos vivendo a era das pesquisas com células-tronco.

Quais as vantagens do sangue de cordão umbilical?

  • Disponibilidade imediata;
  • Não há riscos para o bebê;
  • Menor risco de infecção;
  • Está protegido dos efeitos ambientais da vida adulta;
  • Menor possibilidade de efeito colateral em relação ao uso de células da medula óssea;
  • Tolerância de uma a três discrepâncias no teste de compatibilidade entre os indivíduos, portanto abrindo a oportunidade de utilização na família.

O uso clínico do Sangue de Cordão Umbilical em famílias sem risco definido é muito baixo. Embora a ciência demonstre um aumento na utilização clínica da Célula-Tronco do Sangue de Cordão Umbilical, grande parte ainda está na fase experimental e não deve ser especulado como tratamento disponível atualmente. Além disso, não podemos garantir o uso da Célula-Tronco Autóloga (do próprio paciente) em todas as doenças genéticas. Reiteramos nosso compromisso com a Ética e a Saúde Pública por meio da divulgação do Banco de Sangue de Cordão Umbilical Público e de informações cristalinas e precisas sobre o objetivo do Banco Privado.

Compartilhe:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Indicar para um Amigo
  •  

    Indique para seu Amigo




















 
 
 
Cedic Cedilab © 2017 Cedic Cedilab. Todos os direitos reservados.